segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Against all odds

Qual é a probabilidade de me baterem duas vezes*, da mesmíssima forma, no mesmíssimo sítio, a horas mui próximas? E se acrescentar que a) os danos são semelhantes; b) das duas vezes fui abalroada por um carro preto; c) conduzido por uma mulher?
Já sei, já sei: vou jogar no eurocoiso.

*não foi com o mesmo carro, mas não podemos querer tudo

9 comentários:

  1. Qual é a probabilidade de eu cair de umas escadas às 19h, torcer o pé e no dia a seguir às 19h o meu irmão é atropelado e no dia a seguir estamos os dois nos meus avós de pé estendido (o mesmo!) a receber um saco de gelo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, c'um caraças, antes um pára-choques maltratado!
      As melhoras!

      Eliminar
    2. Não foi agora, foi há uns anos :)

      Eliminar
  2. Safa! Pelo menos os meus azares vão variando de temática. Eu, se fosse a ti, passava a dar prioridade a todos os carros pretos conduzidos por mulheres, pelo menos nos tempos mais próximos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a pensar converter-me a duas ou três religiões, para benzer a viatura. Só maçadas, só ralações. Da próxima compro uma amarelo e fuschia, ninguém consegue ignorar.
      (ela apanhou-me por trás... e são só uns riscos, mais a chatice de tratar da coisa)

      Eliminar
    2. Podes ficar com o dinheiro do arranjo e arranjar só na próxima batida. Fica pelo desgaste do carro, e fazes um fim de semana de Páscoa em qq lado

      Eliminar
    3. (Ah, isto porque sou um cadito supersticiosa do não há duas semanas três... vivo bem com uns arranhões e arranjar só à terceira)

      Eliminar
    4. As seguradoras não adiantam o dinheiro do arranjo, no way. E se me baterem amanhã, e tiver danos anteriores, são meninos para recusar o arranjo. As seguradoras não são para brincadeiras.

      Eliminar