quinta-feira, 26 de abril de 2018

E o que é que se faz?

Not much. Fora o trabalho, o soninho, as arrumações de primavera (que já começaram há atrasado, mas, como sempre, a passo de caracol), o estar cansada como se fosse véspera de férias.

Nos entretantos, vai sobrando tempo - uma horita, vá - para, antes da deita, ver qualquer coisa. E o quê, o quê, nossa gurua televisiva (querias)?

No campo do vê-se muito bem, é divertido e dá para mamar dois de seguida, Black-ish, a última temporada dos Simpsons a aterrar na Fox, e espera-se pela segunda parte da temporada 5 de The Goldbergs.

No campo do gostei da primeira, agora vamos lá a ver se mantém a pedalada, Westworld, que, graçádeuz mantém o Jeffrey Wright, um actor do caraças. Não matem o Bernard, por amor da santa.

No campo do vi o primeiro e promete, Barry.



No campo do ai ca nervos, ai não consigo ver, ai que tenho de ver, ai que grandes, grandes nervos, a que acumula um elenco do caraças, uma história do caracinhas, e um ritmo tão mas tão inquietante, The Terror, que deve ser a coisinha ma'boa que já nos passou no tubisor desde há muito.



E é isto.

Entretanto, e porque me mate mal soube começou a bater palminhas como um catraio e eu não sou pessoa de o deixar ir a coisas destas sozinho, vamos ver este velhote lenda (por enquanto) viva:




8 comentários:

  1. Já viram Killing Eve? Vi dois episódios e fiquei agarrada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, mas se passa no netflix ainda não aderimos :/

      Eliminar
  2. Pois gostei muito dos 3 episódios que já vi do Barry. Dou por mim a rir à estúpida. O Terror deve ser muito bom, mas já adormeci 3 vezes e ainda não consegui ver o 1º... deve ser da hora :). Rendi-me ás modas e estou a começar a Casa de Papel, que é bem jeitoso, sim, mas não é nenhum Brastemp (piada para determinada faixa etária)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. The Terror tem o seu ritmo, tem :D Se uma pessoa estiver cansadinha da labuta, é natural que feche o olho ;)

      Eliminar
  3. Já andei para ver o Terror, - obviamente, já fui ler os spoilers na wiki - só que há sempre outra coisa.

    ResponderEliminar
  4. Goldbergs gostei muito mas já me parece a mesma receita vezes sem conta, todos os episódios. Black ish também não me fascina. Mas acho piada ao Young Sheldon e tenho visto documentários na netflix, gostei muito do wild wild country. (também tou curiosa com a segunda temporada westworld)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Goldbergs é mesmo pelo gozo de ver retratadas as coisas da minha infância, mas num revivalismo bem feito. E as personagens estão muito bem conseguidas (a mãe e o stor de ginástica são um prato).
      O Black-ish não nos entrou logo, mas deixámos ir. E, sinceramente, está mesmo bem feito. Não é só levezinho, de vez em quando há lá umas tacadas muito oportunas. Houve um episódio sobre a escravatura que ouch.

      Eliminar